Credenciamento dos Bancos de Leite Humano de Santa Catarina – Padrão Ouro

O leite materno é o alimento ideal para as crianças pequenas e sua utilização, especialmente nos países em desenvolvimento, está relacionada a uma redução da desnutrição e da mortalidade infantil. Os Bancos de Leite Humano (BLH), mais do que simples fornecedores de leite materno, são elementos importantes da política em favor da amamentação, e fazem parte da estratégia da Rede Cegonha.

No Brasil, destaca-se a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH-BR), que a partir de uma a articulação bem sucedida entre política pública de saúde e integração interinstitucional, e da implementação do controle de qualidade, tanto físico-químico como bacteriológico, garante atendimento de excelência, e a distribuição de um produto seguro para as mães e seus recém-nascidos. São 212 bancos de leite que compõem a rBLH-BR. Esta é a maior rede de bancos de leite do mundo (http://www.redeblh.fiocruz.br).

O crescimento da rBLH-BR pressupõe movimentos simultâneos de expansão e consolidação orientados por um planejamento estratégico. Para isto, algumas ações estão sendo colocadas em prática, entre elas, a implantação do Programa de Credenciamento dos BLH do país. O Projeto de Credenciamento de BLH configura-se em ação estruturante e reguladora para garantir o funcionamento das Unidades dentro dos padrões de qualidade já normatizados.

Durante o I Congresso de BLH da Região Sudeste, que aconteceu em Belo Horizonte, de 15 a 18 de outubro de 2013, os coordenadores de 27 Referências Estaduais de BLH, a coordenação da rBLH-BR e do Núcleo de Gestão e Informação, Representantes Regionais na Comissão Nacional de BLH e profissionais do Centro de Referência Nacional estiveram reunidos.

Nesta oportunidade, todos os BLH que cumpriram os requisitos elaborados pela rBLH-BR, foram credenciadas oficialmente no Programa Iberoamericano de BLH. Dos 12 (doze) BLH existentes no estado de Santa Catarina, todos os 7 (sete), que participaram do processo de credenciamento, foram habilitados recebendo certificado de PADRÃO OURO. Foram eles:

– Banco de Leite Humano da Maternidade Darcy Vargas de Joinville;
– Banco de Leite Humano Alimente uma Vida – Maternidade D. Catarina Kuss de Mafra;
– Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen de Itajaí;
– Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade Jaraguá de Jaraguá do Sul;
– Banco de Leite Humano do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Tubarão;
– Banco de Leite Humano do Hospital Infantil Joana de Gusmão de Florianópolis;
– Banco de Leite Humano Sr. Klaus Schumacher do Hospital Rio Negrinho de Rio Negrinho.

Sendo este um projeto permanente, terá que ser validado anualmente. E os 5 (cinco) BLH de Santa Catarina que não foram avaliados neste ano, vão poder ser candidatos em 2014, desde que preencham todos as condições exigidas pela rBLH-BR.

Dra. Maria Beatriz Reinert do Nascimento
Médica Neonatologista e Coordenadora Técnica do Banco de Leite Humano da Maternidade Darcy Vargas – Joinville (SC)
Professora da Área de Materno-Infantil do Curso de Medicina da Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE

digitalizar0026

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s