Governo do Estado autoriza obras e repassa mais de R$ 500 mil em equipamentos à Maternidade Darcy Vargas

A Secretaria de Estado da Saúde repassou, nesta sexta-feira, 18, em Joinville, mais de R$ 500 mil em equipamentos para a Maternidade Darcy Vargas. A entrega dos aparelhos foi feita pela secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt, e pela secretária de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm. As secretárias autorizaram obras na unidade, onde serão investidos mais de R$ 252 mil, e anunciaram novos serviços prestados pela maternidade. “Nada engrandece mais um gestor do que levar benefícios, principalmente na cidade da gente. Nos próximos 15 dias devemos lançar o edital de licitação para uma reforma de R$ 13 milhões no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt”, completou Tânia.

Clique nas imagens para ampliar

A maternidade recebeu um aparelho composto por quatro câmeras de vídeo para identificação de pacientes por meio de foto e digital. As informações ficarão anexadas ao prontuário da gestante. A medida oferecerá mais segurança nos procedimentos, evitando fraudes.

Também houve o repasse de um oxímetro de pulso para exame do coração do recém-nascido e de dez cardiotocógrafos, usados para monitorar as contrações uterinas da gestante e os batimentos cardíacos do bebê. Os equipamentos ficarão no setor de emergência e nos leitos de pré-parto.

Para melhorar a infraestrutura no local, a secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville iniciará nos próximos dias uma obra de R$ 239 mil. Serão realizados reforma no muro, colocação de gradil e pavimentação do pátio externo. A previsão para conclusão dos trabalhos é de 90 dias. O sistema de pára-raios da maternidade receberá uma revitalização no valor de aproximadamente R$ 14 mil. O prazo estipulado no contrato para o término da ação é de 30 dias. “É gratificante poder presentear a Darcy Vargas, instituição reconhecida pelo carinho e aconchego nos atendimentos”, afirmou Simone Schramm.

Durante os atos, foi assinado ainda um termo de compromisso de transferência para a maternidade do atendimento às gestantes adolescentes prestado pelo Hospital Materno Infantil Jeser Amarante Faria. Para isso, a Darcy Vargas foi contemplada com dois quartos exclusivos para gestantes adolescentes, dois leitos preferenciais na sala de pré-parto, além de um quarto para portadores de necessidades especiais. “Criamos espaços exclusivos para as jovens mamães e faremos uma média de um a dois nascimentos por dia. Em contrapartida iremos contar com a estrutura do Infantil para cirurgias em gestantes de qualquer idade, que precisem de tratamento cirúrgico imediato para os seus bebês”, destacou o diretor da maternidade, Fernando Marques Pereira.

No documento firmado consta que o Hospital Infantil deve disponibilizar sete leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) a recém-nascidos, no caso de falta de vaga na Darcy Vargas. Ficou acordado o repasse à maternidade de equipamentos e materiais em desuso pelo Jeser Amarante Faria. O Infantil também deverá implantar 13 novos leitos de UTI neonatal conforme a liberação de recursos do Estado.

Na ocasião, foi anunciado que a partir da próxima terça-feira, 22, a maternidade fará a coleta de sangue do cordão umbilical. O convênio entre a unidade de saúde e a Fundação de Apoio ao HEMOSC e CEPON (Fahece) foi assinado em julho deste ano. Os servidores da maternidade receberam treinamento no Centro de Hemoterapia e Hematologia de Santa Catarina (Hemosc) e no Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis.

Título

Na manhã desta sexta-feira, 18, a Maternidade Darcy Vargas recebeu do Ministério da Saúde o título de Referência Estadual Método Canguru. A instituição oferece atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso. O método canguru é adotado pelo Ministério da Saúde como uma das medidas com objetivo de reduzir a mortalidade infantil no Brasil.

Equipamentos entregues:

– 2 quartos exclusivos para gestantes adolescentes;

– 2 leitos preferenciais na sala de pré-parto;

– 1 quarto para portadores de necessidades especiais;

– 10 cardiotocógrafos;

– 1 aparelho, com quatro câmeras para identificação da gestante através da sua digital e foto;

– 10 camas hospitalares motorizadas e 1 cama hospitalar elétrica para obeso;

– 1 oxímetro de pulso.

Fonte: Assessoria de Comunicação ASCOM
Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina
http://portalses.saude.sc.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s